quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O PROCESSO EDUCACIONAL E OS DESAFIOS DA ERA TECNOLÓGICA

 
 Um novo desafio para a educação e consequentemente para as unidades escolares e seus estudantes, (principalmente os de EaD, que possuem um perfil diversificado, mas que acima de tudo dependem das tecnologias), tem sido a complexidade do momento histórico e seus processos de construção de identidade pessoal diante da interatividade social em decorrência dos contemporâneos modos de viver, ler, aprender e pensar, que a cada dia tornam-se mais complexos diante das mídias educacionais que se atualizam numa assustadora velocidade, e submetem os atores educacionais a um severo acompanhamento. 

Em contrapartida a tecnologia, oferece a comunidade escolar, uma infinidade de recursos, através de um cardápio variado de ferramentas e informações que necessitam ser gerenciadas e utilizadas com responsabilidade e autenticidade para o melhor aproveitamento da mesma.

Há tempos não muito distantes, o conhecimento existente nas escolas baseava-se em um modelo pedagógico autoritário, ou seja centrava-se na atuação do professor, que ministrava suas aulas transmitindo ou transferindo conhecimentos ao aluno, que para aprender precisava permanecer em silêncio, repetindo e decorando o conteúdo a ele imposto. Na atualidade, era da informação e das tecnologias percebemos importantes mudanças nesse cenário, onde o professor transmissor do conhecimento passa a mediá-lo, a viabilizá-lo e a problematizá-lo em prol da aprendizagem do discente.

Moran (1997, 2001 e 2003) e Assmann (2000) destacaram o processo de metamorfose da aprendizagem na sociedade da informação. Para eles, novas estratégias de ensino-aprendizagem foram e estão sendo engendradas com o uso das novas tecnologias da informação e da comunicação no campo da educação. Com a internet, alunos e professores introduzem formas diferentes de lidar com a informação e com o conhecimento. 

A dinâmica, aprender/ensinar em tempos contemporâneos, diante das tecnologias midiáticas e educacionais, tornou-se um novo desafio para toda a comunidade escolar, onde a expressão dos sentidos, inteligência, atualização, dentre outros, precisam andar de mãos dadas com o respeito à subjetividade humana, tornando-se grandes aliados no processo educativo. 

Sendo assim, diante da sociedade da informação, e do manuseio de suas ferramentas, curiosidade e astúcia são habilidades indiscutivelmente relevantes que viabilizam a construção do atual perfil discente, que resultará no alcance das competências necessárias para a construção do conhecimento, o destaque e ascensão sociais

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CRUZ, José Marcos de Oliveira - PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO 
acesso em: 12/11/2010 

MINIDICIONÁRIO HOUAISS DA LÍNGUA PORTUGUÊSA/ organizado pelo Instituto Antônio Houaiss de Lexicografia e Banco de Dados da Língua Portuguesa S/C Ltda. – 2.ed.rev. e aum.- Rio de Janeiro: Objetiva, 2004.

3 comentários: